Supermercados investem em transformação digital e precisam garantir maior segurança física e cibernética

Supermercados investem em transformação digital e precisam garantir maior segurança física e cibernética

O setor supermercadista está investindo em modernização para incrementar seus negócios off e on-line, com adoção de soluções disruptivas de Internet das Coisas e Inteligência Artificial, entre outras. Precisam também aprimorar sua segurança patrimonial e

O ano de 2020 significou um marco para o varejo, com crescimento de mais de 50% nos volumes de e-commerce, motivado pelo fato dos consumidores, por conta da pandemia do novo coronavírus, preferirem comprar on-line. Esta mudança de hábito contribuiu de forma definitiva para acelerar ainda mais as tendências tecnológicas para o setor. A digitalização maior e a expansão de modelos de negócios, cada vez mais focados no bom relacionamento com os clientes, vem exigindo que os supermercadistas invistam mais em soluções de Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Machine Learning, entre outras tecnologias.

As vendas on-line também ganharam força nos negócios dos varejistas, devido a intensificação de uso de serviços de delivery e ‘take away’, quando o cliente faz o pedido on-line e retira na loja. Em 2021, esta tendência tem se consolidado, com novos aplicativos próprios desenvolvidos pelas empresas e pela maior busca por plataformas omnichannel para conectarem-se aos consumidores por todos os canais possíveis (telefone, e-mail, lojas físicas e digitais, WhatsApp e redes sociais etc.). Seguindo a mudanças nos hábitos dos consumidores, novos meios de pagamento surgiram e foram evoluindo. Um exemplo disto é que, os pagamentos por aproximação dos celulares saltaram 622,5% no terceiro trimestre do ano passado e continuam crescendo.

"Esta postura evidencia que os varejistas do setor estão preocupados em deixar que o cliente escolha a melhor forma de comprar, condições de pagamento e parcelamento, tudo o que é necessário para oferecer uma melhor jornada ao cliente", explica Michel Ricardo, afirma Michel Ricardo, gerente de contas de Varejo da Genetec. Segundo ele, todos estes investimentos em transformação digital dos negócios exigem que os gestores pensem e invistam em tecnologias de segurança, capazes de garantir a segurança dos espaços físicos, e de outro capital valioso - os dados das empresas, colaboradores e clientes com cybersecurity.